EFE
EFE

Doze países condenam 'usurpação' de poderes do Parlamento pela Constituinte na Venezuela

Nações latino-americanas reunidas em Lima, entre elas o Brasil, divulgam comunicado conjunto de repúdio

O Estado de S.Paulo

18 Agosto 2017 | 23h43

LIMA - Os governos de 12 países latino-americanos expressaram nesta sexta-feira em um comunicado conjunto sua "enérgica condenação" em relação à "usurpação" cometida pela Assembleia Constituinte da Venezuela ao assumir as funções do Parlamento, de maioria opositora, em meio à crise que o país atravessa.

Os países descontentes com a medida são Brasil, Argentina, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Honduras, México, Panamá, Paraguai e Peru.

O autodenominado Grupo de Lima considerou no seu comunicado que a dissolução do Parlamento venezuelano por parte da Assembleia Constituinte, promovida pelo chavismo, "ratifica a ruptura da ordem democrática e constitucional na Venezuela". / EFE

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.