AP
AP

Drone dos EUA mata 13 convidados de casamento no Iêmen

Bombardeio atingiu veículos que seguiam para casamento em reduto da Al-Qaeda

O Estado de S. Paulo,

12 de dezembro de 2013 | 17h12

SANÁ - Um drone - avião teleguiado - dos Estados Unidos bombardeou nesta quinta-feira, 12, um comboio no qual viajavam convidados de um casamento no Iêmen, provocando a morte de pelo menos 13 pessoas, todas civis.

O comboio foi bombardeado na cidade de Radda, capital da província iemenita de Bayda, a cerca de 170 quilômetros da capital Saná. O ataque ocorreu quando o comboio partia para um casamento na cidade de Qaifa. A área é considerada um reduto da rede extremista Al-Qaeda.

O bombardeio americano deixou carros em chamas e corpos carbonizados espalhados pelo local, segundoas fontes iemenistas no setor de segurança.

Havia a suspeita de que militantes da Al-Qaeda estivessem nos veículos atingidos pelo bombardeio, mas essa informação ainad não foi confirmada.

Também nesta quinta-feira, mais de 40 pessoas morreram em choques sectários envolvendo grupos armados sunitas e xiitas no norte do Iêmen, perto da fronteira com a Arábia Saudita. /AP

Tudo o que sabemos sobre:
IêmendroneataqueEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.