Drones participam de busca por reféns na Nigéria

O Pentágono disse que os EUA estão usando drones, ou aviões não tripulados, de vigilância para auxiliar na busca pelas meninas nigerianas sequestrados. De acordo com o órgão norte-americano, cerca de 300 fuzileiros navais foram transferidos para um posto na Sicília, em resposta à crescente inquietação na África.

AE, Agência Estado

14 Maio 2014 | 14h56

Um alto funcionário dos EUA afirmou que pelo menos um drone de vigilância Global Hawk está em uso, além de aeronaves tripuladas MC-12. O oficial não estava autorizado a falar publicamente sobre os tipos de drones e discutiu o assunto em condição de anonimato.

O porta-voz do Pentágono, o coronel Steve Warren, afirmou que os fuzileiros navais foram deslocados de uma força-tarefa especial na Espanha para a Sicília, a pedido do Departamento de Estado. Eles estão no local principalmente para responder à deterioração da segurança na África.

Mais conteúdo sobre:
EUA Nigéria drones

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.