Duas autoridades palestinas são seqüestradas

Militantes palestinos emboscaram e seqüestraram o chefe de polícia palestina e o mantiveram como refém por diversas horas antes de libertá-lo. Mais tarde, outra alta autoridade palestina foi capturada, desta vez por agentes palestinos de segurança, enquanto retornava para a Cidade de Gaza vindo de Khan Yunis.O chefe de polícia Ghazi Jabali foi seqüestrado por militantes que trocaram tiros com seus guarda-costas. Dois dos seguranças ficaram feridos. Representantes da Autoridade Nacional Palestina (ANP) disseram, mais tarde, ter negociado sua libertação, sem dar maiores detalhes. Autoridades dizem que o seqüestro foi motivado por uma disputa entre Jabali e o Comitê Palestino de Resistência Popular, que exige mais empregos para seus membros.Menos de seis horas depois, foi a vez de o coronel Khaled Abu Aloula, diretor de coordenação militar no sul de Gaza, ser capturado por palestinos insatisfeitos. As autoridades palestinas dizem que os seqüestradores eram ex-policiais demitidos, que Aloula se recusara a reempregar.

Agencia Estado,

16 de julho de 2004 | 15h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.