Duas explosões atingem capital da Síria, diz TV

Duas explosões atingiram o centro da capital da Síria nesta sexta-feira, e a televisão estatal atribuiu o ataque a suicidas em carros-bomba que estariam a serviço da Al-Qaeda. A TV estatal informou que vários militares e civis foram mortos nas explosões, que atingiram um prédio do serviço de segurança estatal e um prédio do setor de inteligência. Não há um número específico, mas foi informado que a maioria dos mortos era de civis.

AE, Agência Estado

23 de dezembro de 2011 | 09h04

As explosões são o primeiro ataque do tipo na capital síria desde o início do levante contra o presidente Bashar Assad, em março. Na quinta-feira, uma equipe da Liga Árabe chegou ao país, em uma missão para tentar enviar observadores internacionais e acabar com a crise interna. O governo afirma que o levante é o trabalho de terroristas e gangues armadas.

A TV estatal informou que, segundo as investigações iniciais, havia o envolvimento da Al-Qaeda no ataque. Também mostrou imagens de corpos mutilados, em meio aos escombros.

As explosões ocorreram com minutos de intervalo, no dia de descanso para os muçulmanos. Elas aconteceram no elegante distrito de Kfar Sousa.

As Nações Unidas afirmam que mais de 5 mil pessoas foram mortas na repressão ao levante popular por democracia desde março. Com a chegada da equipe da Liga Árabe, Damasco afirmou que mais de 2 mil pessoas foram mortas por causa da violência, entre agentes das forças de segurança e soldados. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.