Duas mulheres ocupam cargos na Suprema Corte chilena

O presidente Ricardo Lagos assistiu hoje a uma histórica cerimônia em que duas mulheres assumiram pela primeira vez no Chile cargos de integrantes da Suprema Corte de Justiça. María Antonia Morales prestou juramento como juíza e Mónica Maldonado assumiu o cargo de procuradora do máximo tribunal de Justiça do país. Além do chefe do Executivo, também presenciaram a cerimônia os representantes dos outros poderes do Estado: o presidente do Senado, Andrés Zaldívar, e o presidente da Corte Suprema, Hernán Alvarez. O comparecimento dos chefes dos três poderes do Estado ao evento refletiu a importância dada à incorporação de mulheres à máxima instância do Poder Judiciário do país. Igualmente estavam presentes o ministro da Justiça, José Antonio Gómez, e a chanceler Soledada Alvear, que antes ocupou o ministério da Justiça - os principais responsáveis pela reforma do sistema judiciário que atualmente se desenvolve no Chile.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.