Duas pessoas morrem em ação terrorista na Argélia

Um homem-bomba suicidou-se e provocou a morte de mais duas pessoas em um ataque hoje contra o comando do serviço de segurança pública da região de Boumerdes, no norte da Argélia, informou a imprensa local. De acordo com a agência de notícias APS, um oficial de polícia e um funcionário da prefeitura morreram no atentado.

AE, Agência Estado

16 de julho de 2011 | 15h30

A ação ocorreu em Bordj Menaiel, 70 quilômetros ao norte de Argel, a capital do país africano. O despacho da agência menciona que houve "muitos" feridos, mas não fornece informações mais detalhadas.

No início da semana, outros ataques na região de Boumerdes provocaram a morte de dois soldados e feriram mais seis pessoas, segundo o jornal argelino Watan.

Mais de 200.000 pessoas - entre supostos extremistas, civis e forças de segurança - já perderam a vida desde o início de uma rebelião islâmica em 1992, quando o Exército cancelou uma eleição na qual a vitória de partidos islâmicos parecia certa. A violência arrefeceu nos últimos anos, mas ataques esporádicos persistem, especialmente contra alvos ligados ao governo. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Argéliamorteshomem-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.