Duas pessoas são encontradas 9 dias depois do terremoto do Japão

Sobreviventes foram resgatados nas ruínas do povoado de Ishinomaki, na província de Miyagi

20 de março de 2011 | 06h36

OSAKA - As equipes de resgate encontraram neste domingo, 20, dois sobreviventes de 80 e 16 anos entre as ruínas do devastado povoado de Ishinomaki, na província de Miyagi, nove dias após terremoto e tsunami que afetou o nordeste do Japão.

Veja também:

blog Twitter: Siga a correspondente Cláudia Trevisan, que está no Japão

especial Infográfico: Entenda o terremoto maiores tragédias dos últimos 50 anos

especial Especial: A crise nuclear japonesa

documento Relatos: envie textos, vídeos e fotos para portal@grupoestado.com.br

som Território Eldorado: Ouça relato do embaixador e de brasileiros no Japão

mais imagens Galeria de fotos: Tremor e tsunami causam destruição

blog Arquivo Estado: Terremoto devastou Kobe em 1995

A televisão pública NHK mostrou como os sobreviventes foram levados em helicóptero para um centro médico.

Este inesperado achado acontece depois que soldados do Exército encontraram no sábado um jovem entre as ruínas de sua casa em Kasenumma e acharam erroneamente que era um sobrevivente.

O jovem de 20 anos estava em um refúgio e adormeceu no segundo andar das ruínas de sua antiga casa.

O resgate deste domingo aconteceu quando já não existia esperanças de encontrar sobreviventes em povoados arrasados pelo tsunami como Ishinomaki, onde agora também se registra uma onda de frio.

Os últimos dados oficiais da Polícia falam em 8.199 pessoas mortas, às quais é preciso somar 12.722 desaparecidos no maior desastre natural do Japão após a Segunda Guerra.

A província de Miyagi, onde foram encontrados os sobreviventes, é a mais afetada pelo terremoto de 9 graus do dia 11 de março e a Polícia acredita que só nessa região os mortos devam superar os 15 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.