Duhalde já monta equipe econômica

O homem mais cotado para assumir a presidência da Argentina, o senador Eduardo Duhalde, já está montandosua equipe econômica. Um dos nomes mais prováveis para a pasta daEconomia é o do deputado Jorge Remes Lenicov. Entre os outrosintegrantes estão os economistas Alejandro Mayoral e RobertoLavagna. Uma das medidas em estudo é a "pesificação" dasdívidas. Ou seja, passar de dólares para pesos todo tipo dedívidas contraídas na moeda americana. Com esta medida seriamenos traumática uma eventual desvalorização da moeda argentina.Cerca de 85% dos argentinos têm dívidas em dólares, comohipotecas, aluguéis e créditos.Outra medida seria a emissão extra de 3 bilhões deLecops (bônus criados pelo governo federal para pagar dívidascom as províncias). Desta forma, fica afastada a criação de umaterceira moeda, que era um dos planos do presidente AdolfoRodríguez Saá, que renunciou hoje.Hoje à tarde, mesmo antes da confirmação de Duhalde comopresidente, Ignacio De Mendiguren, presidente da UniãoIndustrial Argentina (UIA), anunciou que os industriais do paísestavam "em sintonia" com os planos do futuro presidente. DeMendiguren, de conhecidas posições pró-desvalorização da moeda,disse que era necessário corrigir o tipo de câmbio real.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.