Duplo atentado mata ao menos 31 em universidade de Bagdá

Duas minivans explodiram nesta terça-feira nas proximidades de uma universidade no momento em que estudantes deixavam as classes e entravam nas conduções, deixando pelo menos 65 mortos e dezenas de feridos, informou a polícia. As explosões ocorreram em um bairro predominantemente xiita do leste de Bagdá, e dão sinais de que as disputas sectárias responsáveis por boa parte das quase 35 mil mortes que castigaram o Iraque em 2006, segundo a ONU, estão longe de acabar. Mais cedo nesta terça-feira, ao menos 15 pessoas morreram e dezenas de outras ficaram feridas na explosão de duas bombas junto a uma mesquita de um bairro sunita no centro de Bagdá.As explosões no bairro xiita ocorreram próximo à universidade de Al-Mustansriya, por volta das 15h46 (horário local), enquanto os estudantes embarcavam em minivans para voltar para casa. A força das explosões e fragmentos de metal devastaram outros veículos que estavam no local.Segundo a polícia, além de pelo menos 65 mortos, outras 65 pessoas ficaram feridas, a grande maioria estudantes. Cerca de 45 minutos depois, homens numa minivan e em duas motocicletas dispararam contra uma movimentada feira de rua nas proximidades da universidade, matando pelo menos 10 pessoas, segundo a polícia.Texto atualizado às 14h04

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.