Duplo atentado mata dez no Iraque

É o terceiro ataque de extremistas na província sunita de Al-Anbar desde o começo do mês

Efe,

27 de dezembro de 2010 | 09h13

Policiais examinam local do atentado. Foto: Stringer/Efe

BAGDÁ - Ao menos dez pessoas morreram e outras 45 ficaram feridas em um duplo atentado suicida nesta segunda-feira, 27, na cidade de Ramadi, no Iraque. De acordo com a polícia, as explosões aconteceram perto de um prédio do governo.

Veja também:

especial Cronologia: Guerra do Iraque,  do início ao fim

Quando policiais e civis se juntaram no lugar para dar assistência às vítimas, outro suicida que levava um cinto com explosivos detonou a bomba.Ainda segundo a polícia, o número de vítimas pode aumentar. A área ficou isolada por forças de segurança pelo temor que haja novos ataques. Entre os mortos há cinco policiais. As duas explosões destruíram vários veículos e causaram danos em prédios próximos.

É o terceiro atentado grave registrado este mês em Ramadi, que fica na província de Al-Anbar, uma das mais conflituosas do país. Os dois anteriores, ambos no dia 12 de dezembro, em um estacionamento de ônibus e nas proximidades do prédio do governo, causaram um total de 17 mortos e 23 feridos.

De maioria sunita e com cerca de 1,2 milhão de habitantes, a província de Al-Anbar é a mais extensa do Iraque e que faz fronteira com a Síria, Jordânia e Arábia Saudita. Há vários anos foi frequente cenário de numerosas ações de insurgentes sunitas e grupos vinculados à Al-Qaeda no Iraque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.