É detido o diretor do mercado de Moscou

O diretor do mercado de Moscou cujo teto desabou nesta quinta-feira, matando pelo menos 58 pessoas, foi detido pela polícia, disse o promotor encarregado do caso, Anatoly Zuyev.O promotor disse que o suspeito, Mark Mishiyev, foi acusado de negligência, o que teria levado às mortes. Zuyev disse que os outros promotores pediram uma investigação liderada por peritos em explosivos, e uma extensa análise da construção. Autoridades disseram que a probabilidade de ter sido um ataque terrorista é quase nula.Médicos lutaram para salvar as vidas de dezenas de vítimas seriamente feridas. Segundo autoridades, é virtualmente impossível encontrar mais algum sobrevivente entre os escombros.Os corpos de 57 pessoas foram resgatados e um homem morreu devido a sérios ferimentos nesta sexta-feira, disse a porta-voz do ministro de situações de emergência, Irina Andrianova. Pelo menos outras 31 pessoas ficaram feridas no acidente, disseram autoridades.Dos sobreviventes, 21 continuam nos hospitais.Pelo menos 22 das vítimas eram cidadãos do Azerbaijão, disse Shamil Kasayev, autoridade da embaixada do país no necrotério perto do mercado. Kasayev informou que o governo irá arcar com todos os custos de transporte dos corpos e indenizará cada família das vítimas com US$ 3,5 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.