É difícil resgate de avião que caiu nos EUA

Militares americanos prosseguiam hoje com os trabalhos de recuperação dos restos de um avião militar pertencente à Guarda Nacional da Flórida, que caiu ontem em uma região rural do estado da Geórgia com 21 pessoas a bordo. Ninguém sobreviveu.O acidente aconteceu em meio ao mau tempo, por volta das 10 horas da manhã, horário local, nos arredores de Unadilla, a 190 quilômetros de Atlanta. Os trabalhos de resgate são prejudicados pela espessa camada de lama que cobre a região.O porta-voz da Força Aérea, coronel Dan Woodward, informou que as caixas pretas com a gravação sobre os dados de vôo e das conversações de bordo já foram recuperadas, sem dar detalhes sobre as condições do material recolhido."As operações de resgate serão difíceis e longas", afirmou a tenente-coronel Deborah Bertrand, uma porta-voz da Força Aérea, referindo-se à lama e à chuva fina que continua a cair sobre a região do acidente. A Comissão Nacional de Segurança nos Transportes enviou investigadores ao local e os militares formarão uma comissão de oficiais para definir as causas da queda da aeronave. A identidade das vítimas deve ser divulgada ainda hoje, informaram as fontes militares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.