É prematuro marcar eleições no Afeganistão, diz ONU

O principal representante da Organização das Nações Unidas no Afeganistão anunciou um plano para apressar o registro de eleitores para a realização de um pleito nacional previsto para junho, mas ressaltou que preocupações com segurança transformam em "tolice" marcar agora uma data para a votação.Jean Arnault, indicado recentemente para o cargo de representante especial da ONU no Afeganistão, disse que a entidade tem planos de estabelecer, durante o mês de maio, 4.200 postos espalhados pelo país com o objetivo de registrar a maioria dos 10,5 milhões de afegãos com direito a voto.Entretanto, ele alertou para a necessidade de se usar as forças estrangeiras, inclusive as da Otan, para ajudar a polícia afegã a garantir a segurança em meio aos temores de ataques por parte de simpatizantes do grupo fundamentalista islâmico Taleban.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.