Ebola mata 1 e contamina outros 3 no Congo

Um surto de ebola matou uma pessoa e pode ter contaminado outras três na última semana no nordeste da República Democrática do Congo, disse a entidade Médicos Sem Fronteiras na sexta-feira.

Reuters

17 de agosto de 2012 | 18h54

Os casos ocorreram em Isiro, movimentada cidade comercial perto da fronteira com Uganda, e envolvem uma cepa diferente da que matou 16 pessoas por lá no mês passado, segundo o MSF.

O ebola é transmitido de macacos e aves para humanos, e causa uma hemorragia interna que mata até 90 por cento das vítimas.

Anja de Weggheleire, coordenadora médica do MSF na região, disse que amostras sanguíneas de uma vítima confirmaram o ebola em Isiro, e que há outros três casos suspeitos sendo tratados em um hospital local mantido pela entidade.

"Não podemos falar de uma ligação direta entre as duas epidemias, acho que infelizmente é só pura coincidência", disse De Weggheleire.

O MSF alertou que, devido à precariedade do sistema de saúde congolês, será difícil impedir que a doença se alastre para fora da cidade.

(Reportagem de Jonny Hogg)

Tudo o que sabemos sobre:
CONGOEBOLAMORTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.