Ebola: moradores de Dallas encerram monitoramento

Ebola: moradores de Dallas encerram monitoramento

Trinta e oito dias após Thomas Eric Duncan, única vítima fatal da doença em Dallas, ser identificado, comunidade local expressa alívio.

O Estado de S. Paulo

07 Novembro 2014 | 21h57

A cidade de Dallas, nos Estados Unidos, encerrou nesta sexta-feira o período de observação imposto às 177 pessoas que foram identificadas por terem contato com as três pessoas infectadas pelo vírus ebola que receberam tratamento na cidade.

Trinta e oito dias após Thomas Eric Duncan, a única vítima fatal da doença em Dallas, ser identificado com Ebola em um hospital local, as autoridades expressaram alívio. Em declaração divulgada hoje, o juiz do condado de Dallas, Clay Jenkins, afirmou que é tempo para refletir sobre os sacrifícios que os profissionais de saúde e a comunidade como um todo tiveram de passar durante o período.

Segundo a Casa Branca, o presidente Barack Obama falou com autoridades estaduais e municipais e os parabenizou pelos esforços no combate à doença.

A última pessoa em observação em Dallas encerrou seu período de observação na meia-noite de hoje. As pessoas que tiveram contato com um paciente infectado pelo ebola precisam se manter em monitoramento por três semanas - o tempo máximo de incubação da doença. Outras 50 pessoas que retornaram ao Texas vindos de países do oeste da África seguem em observação. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.