Economia do Reino Unido deve desacelerar ainda mais

A economia do Reino Unido se esforçará para evitar a recessão no próximo ano, com a inflação permanecendo elevada e com o aumento substancial do desemprego, informou hoje um relatório do Ernst & Young ITEM Club. Nas projeções do ITEM Club, o Reino Unido crescerá mais lentamente em 2008, passando dos 3% de crescimento registrado em 2007 para 1,5% neste ano e para 1% em 2009. Esses números estão bem abaixo das projeções de 2,25% a 2,75% de expansão previstas pelo governo do Reino Unido. "Já vimos a crise do mercado imobiliário que seguiu do credid crunch para um colapso na confiança depois da queda generalizada nos preços, nossa preocupação é que sem um medicamento usual do Banco da Inglaterra, o consumo irá cair em seguida, movendo do atual estado negativo para a falta de esperança", afirmou o economista-chefe do ITEM Club, Peter Spencer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.