Economia francesa terá desempenho melhor, diz ministro

A economia francesa terá um desempenho melhor do que as últimas previsões da Comissão Europeia apontaram porque a França deixou a austeridade de lado e se concentra em crescimento, disse neste domingo o ministro de Finanças do país, Pierre Moscovici. Ele descreveu o novo foco em crescimento econômico, em vez de na redução do déficit orçamentário, como um "ponto de virada" no desenvolvimento da União Europeia (UE) desde a criação do euro. "Vimos um fim a uma certa forma de ortodoxia financeira e um fim ao dogma da austeridade", afirmou, em entrevista a uma rádio europeia.

AE, Agência Estado

05 de maio de 2013 | 16h26

As últimas projeções da Comissão Europeia estimam que a economia francesa se contrairá 0,1% este ano e crescerá 1,1% em 2014. Já o governo francês projeta crescimento de 0,1% em 2013 e de 1,2% em 2014. Além disso, a UE espera que a França terá um déficit orçamentário de 4,2% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2014, bem acima da meta do governo de 2,9%. "A França pode fazer - e fará - melhor do que a Comissão diz", afirmou. Desde que o governo socialista chegou ao poder, há um ano, disse, eles pedem uma Europa com foco em crescimento. "A austeridade, sozinha, já foi derrotada." As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Pierre MoscoviciFrançaprevisões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.