Economista é rival de Maduro e de Capriles

Ex-prefeito de Chacao, o opositor venezuelano Leopoldo López, de 42 anos, tentou disputar a presidência nas eleições de outubro de 2012 - mas abandonou as primárias da coalizão antichavista, manifestando apoio a Henrique Capriles, com quem rivaliza ocasionalmente. Economista com mestrado em Harvard em políticas públicas, López tem se radicalizado, liderando os que buscam um fim imediato para o governo de Nicolás Maduro. Sua estratégia - de convocar comícios e manifestações - contraria as táticas de opositores moderados, que preferem criticar o governo denunciando o que consideram os maiores problemas da Venezuela: os serviços públicos, os índices de criminalidade e a economia. Acusado de corrupção, López foi impedido de ocupar cargos públicos, punição que começou em 2008 e termina este ano. / REUTERS

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.