Ed Miliband é eleito líder do Partido Trabalhista inglês

O Partido Trabalhista, de oposição ao governo da Inglaterra, elegeu hoje o jovem legislador Ed Miliband como seu novo líder. O candidato derrotou por uma margem estreita seu irmão mais velho e mais conhecido, David Miliband, em uma disputa para substituir o ex-primeiro-ministro Gordon Brown.

AE-AP, Agência Estado

25 Setembro 2010 | 15h06

Aos 40 anos, o ex-secretário para mudanças climáticas Ed Miliband venceu David, de 45, que já foi secretário de relações exteriores, em uma votação realizada entre legisladores, ativistas do partido e cerca de 3,5 milhões de membros do sindicato dos trabalhadores. Ed obteve 50,65% dos votos, enquanto seu irmão recebeu 49,35%.

Três outros candidatos também concorreram para a substituição de Brown, que deixou o cargo em maio deste ano depois que o Partido Trabalhista ficou em segunda colocação nas eleições nacionais e foi removido do poder após 13 anos, por um governo de coalizão liderado pelo Partido Conservador.

Em discurso, Ed Miliband afirmou que a invasão do Iraque em 2003 prejudicou a confiança no Partido Trabalhista e prometeu restaurar a fé do público britânico. "Nunca em minha mais profunda imaginação eu acreditei que um dia eu lideraria esse partido", disse aos ativistas em um evento em Manchester, no Norte da Inglaterra.

Os dois irmãos se abraçaram após o anúncio do resultado da votação. "David, eu te amo muito como irmão e tenho um respeito extraordinário pela campanha que você fez", disse Ed. "Você nos ensinou a lição mais importante, a de que nós podemos ser um partido que alcança a comunidade e que também podemos ser um partido de governo sério novamente", acrescentou.

"Hoje uma nova geração assume a responsabilidade pelo Partido Trabalhista, uma nova geração que entende a urgência por mudança", declarou o novo líder do partido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.