Hiroko Masuike/NYT
Hiroko Masuike/NYT

Edifícios com a marca Trump em Nova York perderam 50% do valor, indica estudo

Em Manhattan, prédios do conglomerado chegam a valer menos do que a média

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de janeiro de 2021 | 22h58

NOVA YORK - Ter a marca Trump na fachada de um edifício em Nova York deixou de ser um símbolo de status ou luxo em alta, agora que os apartamentos do conglomerado do ex-presidente perderam 50% do valor durante os quatro anos do mandato do republicano, segundo um estudo de uma empresa de consultoria imobiliária.

De acordo com a Urbandigs, o preço do metro quadrado dos edifícios com a marca Trump em Nova York caíram cerca de 50% entre 2016 e 2020, enquanto em Manhattan, em conjunto, caíram cerca de 9%.

"Uma análise do preço médio do metro quadrado dos edifícios com a marca Trump mostra uma queda dos preços e baixa demanda quando comparada com edifícios que abandonaram a marca Trump ou o resto dos condomínios de Manhattan no geral", indica o estudo divulgado nesta semana.

Os edifícios do conglomerado do ex-presidente Donald Trump passaram de valer cerca de 70% mais do que a média de Manhattan para abaixo da média do metro quadrado na ilha.

Em 2016, quando o magnata ganhou as eleições, o metro quadrado de um apartamento em um edifício Trump tinha o exorbitante preço médio de US$ 36.002 (aproximadamente R$ 194 mil), enquanto em Manhattan a média era de aproximadamente US$ 21.466 (aproximadamente R$ 116 mil). Em 2020, o preço do metro quadrado de um apartamento Trump caiu para US$ 17.420 (aproximadamente R$ 94 mil).

Esta desvalorização da marca Trump se soma à crise imobiliária gerada pela pandemia de covid-19 em 2020, levando a demanda relativa em Manhattan de 61% para 40%, segundo o estudo. Em relação aos apartamentos Trump, a queda foi de 38% para 25%. /EFE

Tudo o que sabemos sobre:
Donald Trump

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.