Editor tem fotos de Jessica Lynch nua, mas não as publicará

Larry Flynt, o polêmico editor de revistas eróticas americano, revelou nesta terça-feira estar em posse de fotografias da ex-prisioneira de guerra Jessica Lynch nua. Ele comprou as fotos e pretendia publicá-las na última edição da revista Hustler, mas mudou de idéia porque "ela é uma boa menina e foi vítima da administração Bush". As fotografias, que segundo Flynt mostram a militar posando nua ao lado de outros soldados, foram vendidas a ele no mês passado, de acordo com uma declaração assinada pelo editor e lida para a The Associated Press por meio de uma porta-voz nesta terça-feira. A porta-voz, que não revelou seu nome, disse que Flynt não tem planos de utilizar as imagens. "Jessica Lynch é uma boa menina, não é hipócrita e não pretende enganar ninguém", diz a declaração assinada por Flynt. "Ela é apenas mais uma vítima da administração Bush, que a está utilizando para justificar a guerra ao Iraque e empurrá-la por nossa garganta como uma nova Joana D´Arc." Em entrevista concedida hoje à The Associated Press, Lynch recusou-se a comentar qualquer aspecto do assunto, inclusive se as fotos são autênticas. Segundo versões publicadas pela imprensa, Lynch apareceria nas fotografias com os seios expostos, mas a porta-voz garante que a ex-militar está nua. Ela não revelou quanto Flynt pagou pelas fotos nem quem as vendeu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.