Egípcia dá à luz sêxtuplos. Cinco sobreviventes estão bem

Cinco bebês sobreviventes, dos sêxtuplos que nasceram ontem em Benha, 49 quilômetros ao norte do Cairo, já estão em casa. A mãe, de 30 anos, Manal Salah Abdel Hakim, diz: ?Eles são lindos, mas não consigo distinguir um do outro.??Eles são o presente que Deus nos deu?, acrescenta, emocionado, o pai, Abdel-Baqi Al-Sayed Abdel-Meguid.Dois dos três meninos e duas meninas são gêmeos idênticos. Uma menina morreu logo após o nascimento. O médico Mahmoud Mansour, que fez o parto em sua clínica, em Benha, garante que os cinco e a mãe estão bem. Os meninos chamam-se Mahmoud, Al-Sayed e Hani. As meninas são Hanem e Hebat Allah. Seus pesos variam de 1,750 a 1,550 kg.O casal já sabia que teria vários gêmeos, durante a gravidez. Mas esperava-se cinco, não seis bebês. Manal não tomou qualquer medicação antes e já tinha uma menina e dois meninos.O custo de vida da família de Abdel, que trabalha como técnico em uma indústria de refrigerantes, aumentou consideravelmente. Mas ele acredita que ?Deus os (os bebês) proverá em suas necessidades?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.