Egípcio condenado por espionar para Israel morre na prisão

Parada cardíaca teria sido a causa de sua morte, atestam médicos

Agencia Estado

02 Julho 2007 | 09h53

Um engenheiro egípcio condeando a 15 anos de prisão por espionar para Israel morreu na sua cela no Cairo, disse um oficial de segurança nesta segunda-feira, 2. Shereef Fawzi Mohammed el-Filali, 41 anos foi encontrado morto em sua cela de manhã quando seria acordado, disse um oficial na condição de anonimato. De acordo com os médicos da prisão ele morreu de parada cardíaca. El-Filali, um engenheiro agrícola e sobrinho de um subsecretário de Estado, foi sentenciado em 2002 por passar para Israel informação confidencial sobre centros econômicos e turísticos vitais para o Egito - algo que ele sempre negou.

Mais conteúdo sobre:
Egito Israel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.