Egípcio ganha US$ 27 milhões por denunciar terrorista da Al Qaeda

Um egípcio, cuja identidade não foi revelada, vai receber uma recompensa de US$ 27 milhões por ter fornecido pistas que levaram à prisão o suposto terrorista Khalid Shaikh Mohammed, acusado pelos Estados Unidos de particpação direta nos atentados ocorridos em 11 de setembro de 2001. A informação, divulgada nesta quarta-feira pela impresna britânica, foi confirmada por fontes da Casa Branca ouvidas pela CNN.O denunciante seria um ex-integrante da rede terrorista Al Qaeda. Ele próprio tomou a iniciativa de cobrar dos Estados Unidos a recompensa prometida - de US$ 25 milhões - acrescida de US$ 2 milhões em despesas para a transferência de sua família para a Inglaterra.Khalid Shaikh Mohammed sempre teve o nome relacionado às atividades da Al Qaeda. Ele foi preso no inínio do mês por agentes da inteligência paquistanesa, em uma casa no subúrbio de Islamabad. De acordo com o FBI, ele foi o principal estrategista dos ataques ocorridos em Washington e Nova York em setembro de 2001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.