Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Egípcio que se negou a proteger embaixada de Israel é preso

Um suboficial da polícia do Egito foicondenado, por um tribunal militar, a seis meses de prisão, por senegar a fazer a segurança da embaixada de Israel no Cairo.O tribunal sentenciou MohammedKhalaf Hassan Ibrahim, de 38 anos, por ter cometido "umaindisciplina no exercício de seus deveres de militar".Ibrahim, que permanece detido em uma instalação militar desde o mêspassado, se declarou em greve de fome, em protesto contra o fato deseu caso ter sido enviado a uma corte marcial.A legislação militar castiga com penas de entre um dia a trêsanos de prisão os policiais e militares que se negam a cumprirordens.Parte da imprensa local, no entanto, sugere que a recusa deIbrahim em proteger a embaixada se deve mais amotivos econômicos e familiares do que políticos.Segundo esses meios de comunicação, o agente policial tinhapedido, várias vezes, sua transferência para a cidade portuária deAlexandria, para ficar junto de sua família e economizar as despesasde aluguel da casa onde vivia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.