Egito amplia segurança no canal de Suez após ataque

O exército do Egito ampliou a segurança no Canal de Suez após um fracassado ataque a um navio transportador neste sábado, informou Mohab Memish, diretor da autoridade responsável pelo canal.

AE-DJ, Agência Estado

01 de setembro de 2013 | 13h30

A tentativa de ataque ao navio Cosco Asia, de bandeira do Panamá, fracassou e "não houve dano ao navio nem aos contêineres que ele carregava", afirmou Mamish, acrescentando que o canal está operando normalmente.

Cerca de 3 milhões de barris de petróleo bruto passam pelo canal por dia, bem como o oleoduto que vai do terminal Ain Sukhna, no Golfo de Suez, até o terminal Sidir Kerir, no Mar Mediterrâneo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
EgitoSuezataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.