Arte/estadão.com.br
Arte/estadão.com.br

Egito autoriza passagem de navios de guerra iranianos pelo Canal de Suez

Travessia, denunciada por Israel dois dias atrás, havia sido classificada como ato de provocação

Reuters,

18 de fevereiro de 2011 | 15h01

O Egito aprovou a passagem de dois navios de guerra iranianos pelo Canal de Suez. A travessia, denunciada dois dias atrás pelo chanceler israelense Avigdor Lieberman, havia sido classificada por Tel Aviv como um ato de provocação.

 

"O Egito concordou com a passagem de dois navios iranianos pelo Canal de Suez", disse uma fonte de segurança à agência Reuters.

 

A TV estatal egípcia e a agência oficial Mena reproduziram a notícia, sem citar fontes.

 

Uma fonte do Exército havia afirmado anteriormente que o Ministério da Defesa estava estudando a solicitação dos iranianos de permitir que dois navios da Marinha cruzassem a estratégica passagem marítima. Para atravessar o canal, os navios de guerra precisam da aprovação dos ministérios da Defesa e das Relações Exteriores do Egito.

 

O Irã havia informado nesta sexta-feira que os dois navios -- uma fragata e um navio com suprimentos -- planejavam cruzar o canal.

 

Protesto israelense

 

Na quarta-feira, a chancelaria israelense se antecipou à travessia e divulgou uma nota de protesto. " Dois navios de guerra iranianos devem passar pelo canal de Suez e o Mediterrâneo com destino à Síria, algo que não acontece há muitos anos", diz o comunicado assinado pelo chanceler Avigdor Lieberman.

 

"Para a minha decepção, a comunidade internacional não está mostrando o preparo para lidar com essas recorrentes provocações iranianas. A comunidade internacional precisa entender que Israel não vai ignorar estas provocações para sempre", completa nota.


 

Tudo o que sabemos sobre:
IrãIsraelEgito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.