Egito barra 10 candidatos à presidência

A entidade encarregada de realizar as eleições presidenciais no Egito desqualificou ontem dez candidatos, entre eles Khairat al-Shater, da Irmandade Muçulmana, o ex-vice-presidente Omar Suleiman e o xeque salafista ultraortodoxo Hazem Saleh Abu Ismail.

CAIRO, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2012 | 03h03

O diretor do comitê eleitoral, Farouk Sultan, disse à agência Reuters que os candidatos inabilitados têm 48 horas para apelar da decisão. No entanto, ele não deu detalhes sobre os motivos das desqualificações.

A saída de alguns dos principais candidatos mudará o mapa eleitoral a poucas semanas das eleições de maio que decidirão quem substituirá Hosni Mubarak como presidente do país mais povoado do mundo árabe. Um conselho de generais militares vem governando o Egito desde que Mubarak foi derrubado por uma revolta popular há um ano. A campanha de Ismail disse não ter sido notificada. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.