Egito condena 5 à pena de morte por terrorismo

Um tribunal do Egito condenou neste sábado cinco réus à pena de morte, acusados de formar um grupo terrorista e atacar uma igreja, matando um policial. Segundo a agência estatal de notícias MENA, outros dois acusados foram condenados a prisão perpétua. Três dos réus foram julgados in absentia, o que significa que haverá automaticamente um novo julgamento se eles forem capturados ou se entregarem.

AE, Estadão Conteúdo

20 de setembro de 2014 | 16h53

O Egito tem registrado um aumento nos ataques étnicos desde a queda do presidente islâmico Mohammed Morsi, em 2013. O governo militar que tomou o poder com um golpe de Estado acusa o grupo político de Morsi, a Irmandade Muçulmana, de incentivar a violência. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Egitoterrorismocondenação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.