Egito deporta 93 etíopes que tentavam entrar em Israel

Um funcionário do aeroporto do Cairo, no Egito, disse hoje que o governo deportou 93 etíopes que entraram no país com esperança de cruzar o deserto do Sinai para chegar a Israel ilegalmente. Segundo o funcionário, 42 etíopes foram repatriados neste domingo e outros 51 foram enviados de volta ao seu país de origem ontem.

AE, Agência Estado

25 de dezembro de 2011 | 19h49

Ele afirmou que os migrantes cruzaram o Egito a partir da sua fronteira sul com o Sudão há duas semanas. A maior parte dos migrantes fazem uma longa e perigosa jornada através do Egito para chegar a Israel à procura de emprego. O governo israelense estima que, desde 2006, cerca de 50 mil africanos entraram ilegalmente no sul de Israel através da longa fronteira de 250 quilômetros com o deserto do Sinai no Egito. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.