Egito desiste de plano sobre visto antecipado a turistas

O Egito abandonou a ideia de exigir que turistas solicitassem visto antes de viajarem ao país e vai manter o sistema atual, que permite aos visitantes obter o documento no momento em que chegam ao território egípcio.

AE, Agência Estado

11 Setembro 2011 | 16h02

A proposta do visto antecipado havia sido lançada na sexta-feira, mas o ministro de Turismo do Egito, Munir Fakhri Abdel Nur, disse que ela teria um impacto negativo sobre a receita desse setor caso fosse aprovada, de acordo com informações da agência de notícias estatal MENA. "Nenhuma decisão foi tomada, era uma simples proposta", acrescentou.

O porta-voz do governo egípcio, Mahmud Higazi, disse que a ideia do visto antecipado foi apresentada porque as autoridades queriam "regular a entrada" de estrangeiros. O turismo em regiões litorâneas e históricas do Egito é uma das principais fontes de receita e de moeda estrangeira do país, mas diminuiu desde os protestos e revoltas que culminaram na derrubada do ex-presidente, Hosni Mubarak. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Egito turismo visto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.