Egito diz que Hamas aceitou proposta de cessar-fogo

Um alto funcionário do governo do Egito disse que o Movimento Islâmico de Resistência (Hamas), que governa o território palestino da Faixa de Gaza, aceitou a proposta egípcia de cessar-fogo para encerrar a ofensiva militar israelense no território. "Obtivemos a concordância do Hamas e estamos aguardando a resposta de Israel", afirmou o funcionário. O enviado especial do governo de Israel para as conversações de trégua, Amos Gilad, deve ir amanhã ao Cairo.A suposta aceitação da proposta de trégua pelo Hamas também foi comunicada a jornalistas pelo ministro das Relações Exteriores da Espanha, Miguel Angel Moratinos, que está em Jerusalém. Uma entrevista coletiva de representantes do Hamas era esperada para acontecer ainda nesta quarta-feira no Cairo. A proposta egípcia prevê um cessar-fogo imediato por ambas as partes e o deslocamento de observadores internacionais para a região da fronteira entre Egito e Gaza, para ajudar a coibir o contrabando de armas para o território palestino.Dirigentes do Hamas já se disseram favoráveis "em princípio" à proposta de cessar-fogo egípcia, mas exigem também a retirada das tropas israelenses e a abertura das fronteiras de Gaza como condição para aceitar o plano. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.