Egito diz que reféns americanos foram libertados

O chefe de segurança da região do Sinai, general Ahmed Bakr, informou que os dois norte-americanos e seu guia egípcio que foram sequestrados há quatro dias foram libertados nesta segunda-feira. Os três estão agora sob a proteção de autoridades.

AE, Agência Estado

16 de julho de 2012 | 13h59

O sequestrador, Jirmy Abu-Masuh, afirma que liberou os reféns após a polícia ter prometido que trabalharia para tirar seu tio da prisão. Ele conversou com a Associated Press por telefone após soltar os reféns, dizendo que teve misericórdia pois as vítimas não tinham nada a ver com sua disputa.

Os reféns eram da cidade de Boston, Estados Unidos. Eles foram pegos na sexta-feira quando viajavam por uma estrada no Sinai em direção a um monastério cristão. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EGITOSEQUESTRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.