Egito diz que soldados foram mortos em atentado com carro-bomba

O governo do Egito disse que dois soldados foram mortos na explosão de um carro-bomba no norte da península do Sinai. O Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque, em nota divulgada em um site jihadista. O ministro do Interior egípcio disse que outros 16 oficiais ficaram feridos no atentado neste sábado na cidade de el-Arish. O carro, que estava estacionado no acostamento de uma rodovia, explodiu quando o veículo com os soldados passou, de acordo com o governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.