Egito fecha mercado de ações em meio a violência

O mercado de ações do Egito será fechado nesta quinta-feira em meio a agitação crescente no país e, segundo uma fonte, deverá reabrir no domingo. A decisão foi desencadeada pela ofensiva do governo contra protestos de apoiadores do presidente deposto Mohammed Morsi.

AE, Agência Estado

15 de agosto de 2013 | 05h34

A atuação das forças de segurança no país levaram a uma onda de violência que deixou centenas de pessoas mortas em todo o Egito.

O presidente interino do Egito declarou estado nacional de emergência de um mês, aumentando os temores de que o conflito pode prejudicar ainda mais a confiança dos investidores na economia do país. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
egitobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.