Egito fecha passagem de Rafah após ataque no Sinai

O Egito fechou a passagem de Rafah, na fronteira com a Faixa de Gaza, nesta segunda-feira depois que um ataque nas redondezas ter matado 24 policiais, disse uma fonte da autoridade de fronteira.

Agência Estado

19 de agosto de 2013 | 09h16

Na semana passada, o Egito havia dito que fecharia a passagem por tempo indeterminado, mas a travessia foi parcialmente reaberta no sábado, de acordo com o ministério do Interior de Gaza.

A decisão de fechar a passagem ocorreu depois que 24 policiais egípcios foram mortos em uma ofensiva na região. A travessia de Rafah é o único meio que a maioria dos palestinos em Gaza tem para deixar o território.

Militantes dispararam granadas propelidas por foguete contra dois ônibus de viagem da cidade de Rafah no lado egípcio da fronteira com Gaza, disseram fontes de segurança e de saúde.

Três outras pessoas ficaram feridas, disse o Ministério do Interior, culpando "grupos terroristas armados" pelo ataque no Sinai. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
EgitoFaixa de GazaRafah

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.