Egito irá julgar 13 homens suspeitos de estupros

Funcionários do Ministério Público do Egito disseram que os 13 homens acusados de violentar mulheres durante um comício na semana passada irão a julgamento, naquela que é a primeira implementação de novas penalidades contra a desenfreada violência sexual no país.

AE, Agência Estado

14 de junho de 2014 | 12h30

A notícia vem menos de uma semana depois que uma multidão atacou brutalmente e abusou sexualmente de um grupo de mulheres durante as celebrações após a posse do presidente Abdel Fattah el-Sisi.

O julgamento rápido reflete um esforço do governo para resolver o problema da violência contra mulheres, que se tornaram mais frequentes desde a queda do regime autocrático de Hosni Mubarak em 2011.

O novo presidente el-Sisi visitou no hospital uma das sobreviventes à violência da semana passada e prometeu ações duras contra os agressores.

Os funcionários falaram sob condição de anonimato porque não eram autorizados a conversar com a imprensa. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Egitoviolência sexual

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.