Egito: Irã pede autorização para navios de guerra atravessarem Canal de Suez

Embarcações estariam prontas para passar pelo estreito, informa televisão iraniana

Associated Press

17 de fevereiro de 2011 | 22h29

CAIRO - Dois navios de guerra do Irã pediram autorização para atravessar o canal de Suez, informou nesta quinta-feira, 17, o Ministério de Exteriores do Egito, país que controla a passagem. Houve rumores sobre a travessia mais cedo, e Israel expressou preocupação sobre o plano, o que chamou de "provocação" da República Islâmica.

 

Hossam Zaki, porta-voz da chancelaria egípcia, afirmou que as autoridades receberam o pedido de autorização para a passagem dos navios. A administração do canal informou que o Ministério da Defesa processará a solicitação. O canal Press TV transmitiu no Irã um comunicado de uma autoridade naval dizendo que as duas embarcações estão prontas para a travessia. Teerã estaria em contato com o Cairo sobre o assunto.

 

Os rumores sobre a travessia tiveram início na quarta-feira. O governo iraniano teria informado sobre a passagem, e houve relados de que a passagem teria sido negada. Outras informações diziam que a solicitação nem teria chegado às autoridades egípcias. Há ainda uma versão de que todos os trâmites tinham sido realizados, mas que Teerã posteriormente cancelou a travessia. Os barcos realizariam um treinamento e aportariam na Síria.

 

Ahmed al-Manakhly, da administração do Canal de Suez, afirmou que acordos internacionais regulam o tráfego no local. Ele afirmou que apenas em casos de guerra com o Egito a passagem de navios é negada. Como o país não está em conflito com o Irã, a passagem pode ocorrer, mas precisa da autorização do Ministério da Defesa. Sem ela, disse Al-Manakhly, as embarcações - um navio cargueiro e uma fragata - não poderiam passar.

 

O porta-voz do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, não comentou o caso, mas o chanceler israelense, Avigdor Lieberman disse na quarta que a passagem seria uma "provocação". Caso a travessia se concretize, será a primeira vez desde 1979 - ano da Revolução Islâmica e do acordo de paz entre israelenses e egípcios - que navios militares de Teerã são autorizados a atravessar o estreito.

Tudo o que sabemos sobre:
SuezCanal de SuezEgitoIrãIsrael

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.