Egito: Julgamento de Hosni Mubarak é adiado

O juiz Mostafa Hassen Abdallah recusou-se, neste sábado, a presidir o novo julgamento do ex-presidente do Egito Hosni Mubarak, em uma sessão tumultuada que durou poucos minutos. Abdallah enviou o caso à Corte de Apelação, que marcará uma nova data.

Agência Estado

13 de abril de 2013 | 10h48

Durante o julgamento de hoje, advogados questionaram a independência de Abdallah. Em outubro, o mesmo magistrado absolveu os réus pelo episódio conhecido como "batalha dos camelos", em que os acusados teriam enviados homens montados em cavalos e camelos para dispersar um protesto durante o levante popular que derrubou Mubarak do poder, em 2011. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EgitojulgamentoHosni Mubarak

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.