Egito liberta 108 presos políticos --TV estatal

O Egito libertou 108 presos políticos, afirmou a TV estatal no domingo, após compromisso feito pelo primeiro-ministro Ahmed Shafiq.

REUTERS

20 de fevereiro de 2011 | 17h31

Shafiq havia dito à agência de notícias estatal MENA no sábado que 222 prisioneiros seriam libertados em breve, mas ele não especificou uma data. Shafiq disse que os presos políticos remanescentes somariam 487, segundo a MENA.

Grupos de direitos humanos afirmam que milhares de egípcios foram detidos sem acusações formais sob as leis de emergência do país, e que muitos deles poderiam ser classificados como presos políticos.

Os grupos afirmam que centenas de pessoas desapareceram durante os protestos que levaram à queda do presidente Hosni Mubarak e que algumas delas são mantidas pelas autoridades.

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOPRESOSLIBERTACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.