Egito passa por eleições

As primeiras eleições livres no Egito desde a ditadura de Hosni Mubarak começaram nos dias 28 e 29, quando eleitores de 9 das 27 províncias do país foram às urnas para eleger 154 dos 508 deputados do novo Parlamento.

O Estado de S.Paulo

17 de dezembro de 2011 | 03h01

O novo Congresso, em princípio, será responsável por eleger os 100 constituintes que redigirão a primeira Constituição democrática do Egito. O primeiro turno da segunda fase da eleições terminou na quinta-feira em outras nove províncias, e a segunda votação ocorrerá nos dias 21 e 22 de dezembro.

A última etapa, nas nove regiões restantes e também em dois turnos, ocorre entre 3 e 11 de janeiro.

Na semana passada, a junta militar que governa o país anunciou a criação de um comitê que "supervisionará" a atuação dos deputados constituintes, o que provocou protestos dos partidos políticos do país. Para analistas, os militares querem manter seus privilégios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.