Egito pede reunião emergencial da Liga Árabe

O Egito pediu hoje a realização de uma reunião de cúpula de emergência dos Estados árabes no final deste mês. O presidente Hosni Mubarak disse que estava exortando seus colegas árabes a antecipar um encontro marcado para março, a fim de tentar conter uma invasão liderada pelos Estados Unidos contra o Iraque."Não faz sentido que fiquemos sentados, desesperançosos, até que ocorra o ataque... O perigo se aproxima", afirmou Mubarak a repórteres."Ninguém pode parar a guerra porque não temos força militar para fazê-lo, mas podemos influenciar os que decidem, antes que a guerra comece, para lutar por uma solução pacífica", disse.Mais cedo hoje, o ministro do Exterior egípcio, Ahmed Maher, entregou o pedido pelo adiantamento da cúpula ao secretário-geral da Liga Árabe, Amr Moussa."Fizemos circular a mensagem e informamos todos os governos árabes", comentou o porta-voz da Liga, Hesham Youssef.Ele explicou que o pedido será discutido no domingo, quando chanceleres árabes se reunirem no Cairo.Horas depois, o líder líbio Muamar Kadafi adiantou que não participará de tal cúpula, porque se trata apenas de uma tentativa dos árabes de "livrarem a cara"."O objetivo da cúpula é apenas dizer ao povo que fizemos alguma coisa, mas ela apoiará secretamente o que os Estados Unidos podem vir a fazer", acusou Kadafi numa entrevista ao Middle East Broadcasting Corp., de propriedade da Arábia Saudita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.