Egito vai reabrir fronteira com Gaza

Passagem de Rafah, que liga o Sinai ao território palestino, estava bloqueada há anos

Associated Press

25 de maio de 2011 | 14h26

Em foto de fevereiro, palestinos carregam pertences perto da passagem de Rafah

 

CAIRO - O governo provisório do Egito vai abrir a passagem de Rafah, que liga a península do Sinai à Faixa de Gaza. A abertura ocorrerá no sábado e será feita em caráter permanentemente, segundo informação da agência oficial do país, Mena, divulgada nesta quarta-feira, 25. A medida deve aliviar o bloqueio mantido por Israel sobre o território palestino.

 

A agência anunciou que a junta militar que governa o Egito desde fevereiro já estabeleceu a data para a abertura da passagem como parte dos esforços para "acabar com a divisão entre os palestinos e chegar à reconciliação nacional". De acordo com a agência, Rafah ficará aberta das 9 horas às 21 horas todos os dias, exceto às sextas-feiras e feriados - dias sagrados no Islã.

 

A decisão marca uma grande mudança em relação às políticas mantidas pelo ex-presidente Hosni Mubarak, que restringia, junto a Israel, a entrada de pessoas e bens na Faixa de Gaza desde 2007, quando a facção radical palestina Hamas tomou o controle do território.

 

No mês passado, o ministro de Exteriores egípcio, Nabil Elaraby, disse à rede de TV Al-Jazira que o fechamento de Rafah estava "perto de acabar". Segundo ele, o bloqueio era um "assunto repugnante".

 

Ao longo da fronteira entre o Egito e o território palestino, no corredor conhecido como Philadelphi, há inúmeros túneis clandestinos usados para o contrabando de todo tipo de produtos que faltam em Gaza. Há informações sobre o contrabando até de veículos, em túneis especialmente construídos para essa finalidade.

 

Israel acusa o Hamas de usar tais túneis para levar armas que seriam usadas para atingir centros urbanos em seu território. Rafah é a única passagem da Faixa de Gaza que não é controlada por Israel, já que fica na fronteira com o Egito. Ao longo da fronteira entre o sul de Israel e o território palestino há outras três passagens: Kissufim, Karni e Erez.

Tudo o que sabemos sobre:
RafahOriente MédioEgitoFaixa de Gaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.