Arquivo/AP
Arquivo/AP

EI sequestra 90 cristãos após atacar duas aldeias na Síria

Observatório Sírio de Direitos Humanos não sabe para onde reféns foram levados; região atacada está sob controle das forças curdas

O Estado de S. Paulo

24 de fevereiro de 2015 | 08h18

BEIRUTE - O grupo extremista Estado Islâmico (EI) atacou dois povoados cristãos sob controle das forças curdas na região síria de Hasake e sequestrou 90 pessoas, informou nesta terça-feira, 24, o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

"Na segunda-feira, o EI atacou Tal Shamiran e Tal Hermuz, dois povoados sírios de Hasake e levou 90 habitantes", afirmou o diretor Rami Abdel Rahman. A organização, opositora ao regime de Bashar Assad, não sabe para onde os cristãos foram levados.

Uma parte da província de Hasake está controlada pelos curdos e a outra, pelos jihadistas do EI. As forças governamentais sírias estão presentes na cidade de mesmo nome.


As Unidades de Proteção ao Povo Curdo, principal milícia curda síria, realiza uma ofensiva contra o grupo extremista e se apoderaram de 24 aldeias. O objetivo é tomar a região de Tal Hamis do controle do EI.

A mesma milícia também atua em Raqqa, bastião do EI na região oeste do país, e se apoderaram de 19 aldeias. /AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Estado IslâmicoSíriajihadistas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.