AP Photo/Matt Sayles
AP Photo/Matt Sayles

'El Chapo' e atriz mexicana trocaram mensagens românticas, diz jornal

As conversas entre os dois, interceptadas pelas autoridades mexicanas, foram publicadas pelo jornal ´'Milenio'; Kate Del Castillo promete contar sua versão dos fatos

O Estado de S. Paulo

14 Janeiro 2016 | 07h00

CIDADE DO MÉXICO - O narcotraficante mexicano Joaquín "El Chapo" Guzmán e a atriz mexicana Kate Del Castillo trocaram mensagens por telefone que revelam a admiração mútua e o sonho da artista em conhecer o chefão do tráfico, revelou a imprensa local nesta quarta-feira (13). "Levarei minha tequila para compartilhar contigo; é um sonho que quero realizar", escreveu Kate algumas semanas antes de se encontrar com ele. 

As conversas entre os dois,  interceptadas pelas autoridades mexicanas, foram publicadas pelo jornal Milenio, junto a mensagens entre Guzmán e seus advogados. Duas fontes federais confirmaram à agência de notícias France-Presse a autenticidade dos diálogos publicados.  As conversas tiveram início em setembro, depois que Guzmán enviou a ela um smartphone por meio de seus advogados, ordenando que fosse um celular "rosa ou prateado".

As mensagens mostram como o tom da relação foi se tornando mais íntimo desde o encontro que tiveram no dia 2 de outubro, em um lugar não identificado no México, onde "El Chapo" se escondia após fugir de uma prisão de segurança máxima, no dia 11 de julho de 2015.

"Eu sei que você sabe quem eu sou, não só como pessoa pública, mas como mulher", disse a ele Kate, uma atriz de 43 anos que mora em Los Angeles, depois de haver confessado ao narcotraficante que se sentia "protegida pela primeira vez".

No dia 10 de outubro, após uma reunião de sete horas com Sean Penn no esconderijo, a atriz ouviu seu primeiro "eu te amo" na hora de se despedir do narcotraficante. "Não durmo muito desde que te vi, estou emocionada com nossa história. É a única coisa que eu penso", respondeu a atriz que, na lista de contatos de "El Chapo", está identificada como "Ermoza" (Bonita, em espanhol informal).

Segundo autoridades mexicanas, a relação entre Kate e Sean Penn com Guzmán teria como finalidade a produção de um filme biográfico do barão do narcotráfico.

Ontem à noite, a atriz afirmou que contará "sua versão" dos contatos. "Como era de se esperar muitos decidiram manipular a informação e fabricar histórias falsas para nos distrair do verdadeiro tema. Em breve contarei minha versão", escreveu a atriz no Twitter.

"Obrigada por seu apoio", acrescentou Kate em sua primeira declaração pública desde que a revista Rolling Stone publicou a entrevista que o ator americano fez com o líder do cartel de Sinaloa.

A atriz também publicou sua mensagem em inglês na mesma rede social que utilizou em 2012 para publicar uma carta dirigida ao narcotraficante, na qual lhe pedia para se transformar em um "herói" e fazer o bem.

Após ler essa mensagem de então no Twitter, um advogado de Guzmán pediu à atriz seu endereço para enviar-lhe flores de parte do traficante e depois, quando foi detido em fevereiro de 2014, houve uma troca de cartas entre ambos enquanto "El Chapo" esteve preso.

Segundo o governo mexicano, o contato entre eles contribuiu para encontrar o criminoso mais procurado do mundo, capturado na sexta-feira passada na cidade de Los Mochis, em Sinaloa, e detido na prisão da qual escapou há seis meses. / AFP e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.