REUTERS/Edgard Garrido
REUTERS/Edgard Garrido

'El Chapo' ganha exemplar de 'Dom Quixote' contra depressão

Entre as regalias, líder do cartel de Sinaloa recebe em sua cela comida provada antes por um cachorro para evitar envenenamento

O Estado de S. Paulo

21 Janeiro 2016 | 07h00

CIDADE DO MÉXICO - O narcotraficante Joaquín "El Chapo" Guzmán, capturado no dia 8 de janeiro em seu Estado natal de Sinaloa, está sofrendo depressão e para que saia dela as autoridades lhe presentearam um exemplar do livro Dom Quixote, do escritor espanhol Miguel de Cervantes.


"Chegou deprimido, cansado de estar fugindo, foi o que indicou em seu primeiro depoimento quando voltou ao presídio, por isso lhe entregamos o livro", disse à emissora "Imagen Radio" o titular do Órgão Administrativo de Prevenção e Readaptação Social, Eduardo Guerrero.

A particularidade desse "agrado" é mais uma das que rodeiam a história do narcotraficante, que foi levado para a mesma prisão de segurança máxima da qual escapou em 11 de julho de 2015 por um túnel de 1,5 quilômetro.

Guerrero disse que "El Chapo" recebe em sua cela comida provada antes por um cachorro para evitar envenenamento e só pode comunicar-se com seus advogados, além de ter sido examinado pelos médicos em três oportunidades.

Além disso, Guerrero contou que uma mulher chamada Emma Coronel, que disse ser a mulher dele, tentou visitá-lo no presídio de Altiplano, mas não teve acesso a Guzmán porque não são casados.

"Legalmente não é sua mulher e não pode entrar", até que demonstre que Guzmán "está divorciado ou é sua companheira", ressaltou Guerrero, que comentou que o narcotraficante registrou "suas filhas, irmãs e mãe" no livro de visitas.

Desde sua chegada a Altiplano, Guzmán foi transferido de cela 11 vezes, quase uma por dia, em uma medida adotada nos últimos meses quando se trata de detentos considerados prioritários para o governo, a fim de evitar uma fuga. / EFE
Mais conteúdo sobre:
Chapo Guzmán dom Quixote depressão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.