Susana Vera/Reuters
Susana Vera/Reuters

El País entrega documentos sobre corrupção à promotoria

Supostos pagamentos ilícitos teriam sido feitos aos principais integrantes do PP, que governa o país

AE, Agência Estado

05 de fevereiro de 2013 | 11h44

MADRI - O jornal espanhol El País informou nesta terça-feira, 5, que entregou à promotoria do país os documentos que supostamente mostram pagamentos ilícitos feitos aos principais integrantes do Partido Popular (PP), que governa o país. Dentre os beneficiados pelo "mensalão" espanhol estaria o primeiro-ministro Mariano Rajoy.

Na semana passada, o jornal publicou o que chamou de "documentos secretos" do ex-tesoureiro do partido, Luis Bárcenas, que traziam nomes e montantes recebidos durante anos por alguns membros da legenda. O dinheiro não declarado teria vindo de empresas, principalmente do setor de construção.

O escândalo irritou a população espanhola, principalmente porque Rajoy tem exigindo duros sacrifícios dos espanhóis no momento em que o país luta contra a recessão e uma taxa de desemprego de 25%.

Segundo o diário, o editor da publicação, Javier Moreno, entregou os documentos à promotoria nesta terça-feira. Bárcenas será interrogado pelos promotores na quarta-feira. O PP nega ter cometido qualquer tipo de delito.

As informações são da Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaEl PaísMariano RajoyPP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.