ElBaradei critica postura de Washington

O político egípcio Mohamed ElBaradei, ex-dirigente da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), deixou sua residência neste domingo, onde estava em prisão domiciliar, e juntou-se a milhares de manifestantes no centro do Cairo, pedindo a renúncia do presidente Hosni Mubarak, informou um repórter da AFP. Imagens da emissora CNN mostraram ElBaradei junto a populares nas manifestações.

Agência Estado

30 de janeiro de 2011 | 16h12

ElBaradei afirmou que os Estados Unidos estão perdendo cada vez mais credibilidade no Egito, ao pedirem por democracia no país enquanto continuam a apoiar Mubarak. "Vocês estão perdendo credibilidade a cada dia. De uma parte vocês falam sobre a democracia, império da lei e direitos humanos, a da outra parte vocês ainda dão apoio a um ditador que continua a oprimir o seu povo", disse ElBaradei à emissora de televisão CBS. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EgitoEl BaradeiEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.