ElBaradei desiste de disputar presidência

O ex-secretário-geral da Agência Internacional de Energia Atômica Mohamed ElBaradei disse que não concorrerá à presidência do Egito. Segundo o Nobel da Paz, a razão para a desistência é a manutenção do poder nas mãos dos militares. "Minha consciência não permite que eu concorra à presidência ou a qualquer posto público a menos que haja uma democracia real", afirmou. "O antigo regime não caiu."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.